ads_1200x500_012

Amamentação: uma chave para o desenvolvimento sustentável

A Semana Mundial do Aleitamento Materno foi criada em 1992 pela Ação Pró-Amamentação (WABA), com objetivo de seguir os compromissos assumidos pelos países com a assinatura da “Declaração de Innocenti”. Um documento que apresentou ao mundo a proteção, promoção e apoio ao aleitamento materno. Além disso, a declaração trouxe quatro objetivos operacionais. São eles:

 – Estabelecer um comitê nacional de coordenação da amamentação;

 – Implementar os “10 passos para o sucesso da amamentação” em todas as maternidades;

 – Implementar o Código Internacional de Comercialização dos Substitutos do Leite Materno e todas as resoluções relevantes da Assembleia Mundial de Saúde;

 – Adotar legislação que proteja a mulher que amamenta no trabalho.

Considerada um veículo para promoção da amamentação, a Semana Mundial do Aleitamento Materno ocorre em cerca de 120 países e tem seus materiais traduzidos para 14 idiomas. O tema é definido a cada ano pela WABA e é oficialmente celebrada de 1 a 7 de agosto.

 

Amamentação e Desenvolvimento Sustentável

A campanha de 2016 trouxe o tema “Amamentação: uma chave para o desenvolvimento sustentável”. O foco é relacionar a amamentação aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentáveis, publicados pela ONU no ano passado. A WABA define que o movimento da amamentação precisa posicionar o aleitamento materno dentro dos objetivos estabelecidos pela ONU. A campanha também defende que a amamentação é a chave do desenvolvimento sustentável. Afinal de contas, engloba a segurança alimentar, a nutrição infantil e desenvolvimento social das crianças. E em comparação com outras alternativas, o aleitamento materno é um método ambientalmente sustentável de alimentação.

Os objetivos

A Semana Mundial do Aleitamento Materno de 2016 traz os seguintes objetivos:

 – Informar as pessoas sobre as novas metas de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e como eles se relacionam com a amamentação e a alimentação complementar;

 – Ancorar firmemente a amamentação como o componente principal do desenvolvimento sustentável;

 – Estimular uma variedade de ações em todos os níveis sobre a amamentação e alimentação complementar saudável na nova era do Objetivos do Desenvolvimento Sustentável;

 – Envolver e colaborar com uma ampla gama de atores em torno da promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno.

 

Por que apoiar essa causa?

A Amamente sabe mais do que ninguém o quanto o aleitamento materno representa um verdadeiro desafio na vida de tantas mulheres. Um momento que muda, não só a vida da mãe, mas também o futuro das crianças. Por isso, deixa de ser apenas uma questão de nutrição para tornar-se uma verdadeira causa social. O desenvolvimento da criança está diretamente ligado às experiências que ela tiver neste período. Apoie essa causa cuidando para que a sua fase de amamentação seja a melhor possível e proporcionando o fortalecimento do vínculo com o seu bebê.

Atualizado em 19/08/2016

Sem comentário