ads_1200x500_013

O período da infância é repleto de lições e aprendizados, que marca em definitivo a vida dos pequenos. E engana-se quem pensa que as brincadeiras sejam apenas entretenimento para as crianças, pois é através dessas atividades que elas mais aprendem. Elas experimentam o mundo, as possibilidades, relações sociais, identificam emoções e constroem a autonomia do agir. O simples ato de brincar proporciona aos pequenos uma enorme oportunidade de desenvolvimento. Porém, muitos adultos ainda não conhecem o valor da brincadeira para as crianças e por isso, acabam não permitindo que elas passem por todas as etapas desse desenvolvimento.

Dessa maneira, é fundamental que os pais tenham consciência de que devem incentivar seus filhos a viverem esse período na sua totalidade.

Brincadeiras em grupo

As brincadeiras em grupo, além de promoverem o desenvolvimento das crianças, também favorecem os princípios de compartilhamento, cooperação, liderança, espírito de disputa e  obediência às regras. Os jogos em grupo são favoráveis para que manifestem os seus sentimentos e desprazeres, além de ser uma das melhores maneiras de comunicação que as crianças encontram. Quando brincam em conjunto, elas compreendem o mundo em volta, testam habilidades físicas e desenvolvem a aprendizagem da linguagem e a habilidade motora.

Os brinquedos

Algo que deve estar sempre claro para os pais é que o brincar é muito mais importante que o brinquedo. Por isso, eles não devem se preocupar se não conseguirem dar aos filhos os melhores brinquedos. É possível improvisar brinquedos divertidos com uma simples caixa de papelão vazia. Apostar em brinquedos diferentes é uma excelente alternativa, pois cada brinquedo consegue transmitir uma mensagem variada e irá despertar a curiosidade de alguma forma. Os pais não devem encher as meninas apenas de bonecas e os meninos apenas de carrinhos. É importante deixar as crianças fazerem parte das escolhas.

As brincadeiras

Como já falamos anteriormente, não é necessário que os pais gastem muito quando forem comprar brinquedos, ou até mesmo, no momento de elaborar as brincadeiras. Conheça algumas opções que colaboram para o desenvolvimento infantil e social dos pequenos:

 – Até os 2 anos: brincadeiras que estimulem os sentidos. Ex.: correr, puxar carrinhos, escalar objetos e jogar com bolinhas;

 – De 3 a 4 anos: brincadeiras lúdicas e que estimulem a imaginação. Ex.: brincadeiras de casinha, de trânsito, de escolinha, peças de encaixe, Lego e outras atividades cotidianas,

 – De 5 a 6 anos: jogos motores de movimento e os de representação (faz de conta) continuam e se aprimoram. Por isso, os jogos coletivos são sempre as melhores opções. Ex.: jogos de tabuleiro, futebol, brincadeiras de roda e etc.

Atualizado em 02/09/2016

Sem comentário