ads_1200x500_08

É natural que a mãe seja a figura central na vida do bebê nos primeiros meses. Afinal de contas, o bebê passa nove meses em sua barriga e após o parto, a amamentação contribui para o fortalecimento ainda mais intenso desse vínculo. Entretanto, o pai também não pode ficar de fora nessa história toda. Ele deve aproveitar os primeiros meses para ter os seus momentos especiais com o pequeno e fazer-se presente na sua vida.

As experiências trocadas tornam-se marcantes não apenas na vida do bebê, como também na vida do pai. Conheça algumas atividades para bebês e papais realizarem juntos:

Conversas

Não se sinta maluco por falar com o seu pequeno, pois a conversa é um excelente modo de estimular a conexão entre pai e filho, além de ajudar o pequeno a identificar os sons. Mesmo que o bebê não entenda uma só palavra que o pai diz, consegue compreender que o papo é com ele.

Colo

Um abraço é uma das maneiras mais eficazes de demonstrar carinho. Por isso, esse gesto é ideal para o pai mostrar ao bebê todo o seu amor. Quando o pequeno escuta o coração e sente o cheiro do pai, ele se sente mais calmo e seguro. O recomendado é fazer um rodízio de colo com a mãe sempre que o bebê chorar ou precisar de um estímulo para dormir.

Passeios

O pai deve criar momentos a sós com o seu pequeno, pois assim a relação ficará mais forte e saudável. A nossa sugestão é que ele escolha o período mais tranquilo do dia e saia com o bebê no carrinho. O pai pode levar o pequeno em alguma pracinha próxima de sua casa ou apenas dar uma volta pelo quarteirão.

Banhos

O banho é uma ocasião de muita diversão e de bastante interação.Tanto os papais quanto os bebês adoram. Uma dica é dar o primeiro banho, ainda na maternidade. Assim, o pai pode aprender um pouco com as enfermeiras. Mas ele não deve se preocupar, pois logo vai encontrar o jeito de deixar o pequeno limpinho. O momento do banho é ideal para brincar, fazer contato visual e demonstrar todo o cuidado com o bebê.

Consultas

Os especialistas já relatam uma maior participação do homem nas consultas e isso é maravilhoso. É fundamental que o pai também participe desse momento, pois além de participar dessa fase da vida do bebê, também dá um importante apoio para sua mulher. Por isso, papai, não deixe de demonstrar interesse e fazer perguntas ao pediatra do seu pequeno.

Atualizado em 20/04/2016

Sem comentário