amamente-banner

Ser paciente é fundamental no momento de desmamar o seu bebê. A experiência de parar de amamentá-lo pode ser bastante traumática para ele e muito desconfortável para a mãe. Por isso, os especialistas recomendam que essa transição deve ser feita devagar. Ficar dias sem amamentar o seu filho não é uma boa forma de encerrar o aleitamento materno. Além de poder assustar o bebê, também pode deixar a mulher com os seios cheios demais e até levá-la a uma mastite.

Os pais devem se lembrar de que a amamentação não é somente uma fonte de nutrição para o pequeno, é também um canal do vínculo com a mãe. Muitos bebês não mostram sinais que estão prontos para deixar de mamar. Nesse caso, o desmame será enfrentado com resistência. A melhor recomendação é ajustar a criança à nova rotina.

Substitua uma mamada por vez

A criança necessita de tempo para se adaptar às mudanças no período do desmame. Por isso, é preciso que cada mamada seja substituída gradativamente. A produção de leite da mãe também diminuirá gradualmente, sem deixar os seios ingurgitados ou com uma possível inflamação mamária.

Adie as mamadas

Esse é um método que funciona bem com as crianças um pouco mais velhas. Procure adiar as mamadas quando estiver amamentando com uma frequência menor.  Quando o seu filho pedir para mamar, diga que ainda não está na hora e tente distraí-lo.

Ofereça o peito só quando o seu filho quiser

A dica é pular algumas mamadas quando o seu pequeno aparentar estar desinteressado para ver o que acontece. Dar o seu próprio leite em um copinho pode ser uma alternativa. Se o seu bebê estiver distraído na hora da mamada ou se abocanhar o peito por alguns segundos apenas, pode ser esse um bom momento para iniciar o desmame.

Após os 6 meses de vida, o bebê ainda precisa do leite materno, mas também já deve começar a ingerir os nutrientes presentes nos alimentos sólidos, tais como frutas, carnes, verduras e legumes. A situação se torna preocupante só quando a criança se recusa a comer outros alimentos após esse período. As mamães que, por diversas razões emocionais, sentem muita dificuldade para iniciar o desmame podem buscar apoio.

Atualizado em 13/05/2016

Sem comentário