amamente---post-blog

Ser mãe de gêmeos é uma tarefa nada fácil, não é mesmo? As dificuldades são dobradas e em muitos momentos o desespero toma conta. No final, tudo é recompensado pelo amor em dobro que a mamãe recebe. Com a amamentação não é diferente, e manter a calma é mais do que fundamental, pois a ansiedade pode comprometer o sucesso do aleitamento. A mulher deve ter a certeza de que pode produzir a quantidade de leite adequada para alimentar os bebês.

É importante que a mãe se alimente da maneira adequada, sendo que 6 a 8 vezes por dia é o recomendado. Beber muita água também é fundamental. Leite, sucos e vitaminas de fruta ajudam na ingestão das proteínas e calorias necessárias. O acompanhamento com um médico também deve acontecer, pois assim ele verificará a necessidade da ingestão de vitaminas complementares.

O leite será suficiente?

É importante reforçar que a produção de leite depende do estímulo recebido. Ou seja, quanto mais a mãe amamenta, mais leite ela vai produzir. Talvez o principal desafio seja verificar se a sucção do bebê tem sido correta, pois assim, o estímulo acontecerá e a produção de leite também. Ressaltamos que o acompanhamento médico nesse período também é preciso, mantendo as consultas regulares com o pediatra. A ingestão de bastante água e a qualidade do sono têm influência direta na produção do leite materno.

A amamentação é algo que só a mãe pode prover, mas é verdade que outras atividades podem ser feitas por terceiros. É muito importante que a mãe consiga perceber que pode contar com outras pessoas no dia a dia. Sabemos que ter o apoio do pai é fundamental, mas ter outra pessoa ao lado da mãe pode fazer a diferença. Seja a avó, sogra, irmã ou outro.

Como amamentar gêmeos?

A mulher não deve alternar o seio na mesma mamada, pois o leite materno possui fases distintas e a última delas contém o maior teor de gordura, além de promover a sensação de saciedade ao bebê. Por isso, a mãe deve deixar o bebê esvaziar a mama em que estava mamando. E na mamada seguinte, ela pode inverter os lados. Assim, esse rodízio fortificará os músculos de ambos os lados das faces dos bebês.

Desde que a mulher tenha ajuda para posicionar os dois bebês nas mamas, ela pode amamentar os dois ao mesmo tempo. A poltrona deve ser bem confortável, para que a coluna da mãe não seja sobrecarregada. O aleitamento materno em livre demanda é o mais recomendado, mas é importante que a mulher crie o seu ritmo. Outra dica útil é tentar amamentar ambos mais ou menos no mesmo horário, pois assim os pequenos terão uma rotina pré-estabelecida.

Já os bebês prematuros podem apresentar maiores dificuldades para mamar no peito. Portanto, a melhor opção é fazer a ordenha e oferecer o leite para eles. E neste caso, o acompanhamento médico é muito importante.

Atualizado em 22/07/2016

Sem comentário