Amamentação de Gêmeos

Toda mulher é capaz de produzir a quantidade de leite suficiente para alimentar seus filhos, mesmo sendo mais de um. O aleitamento materno não tem nada a ver com o tamanho do seio ou quantidade de filhos. Quanto mais você der de mamar, mais leite produzirá. O que pode acontecer é o bebê não sugar adequadamente e o bico do seio machucar, não havendo assim, o estímulo adequado para a produção do leite. A amamentação não é nenhum bicho de sete cabeças mas requer muita dedicação. É fundamental beber bastante água e manter uma alimentação balanceada. O apoio e incentivo da família também ajudam no sucesso da amamentação. A família deve ajudar com outras atividades como dar banho no bebê, trocar as fraldas, cuidar da casa, já que a amamentação depende exclusivamente da mãe. A participação e o apoio do pai também são de grande valia.

Durante a amamentação, a mãe deve deixar que o bebê esvazie uma de suas mamas antes de oferecer a outra na mesma mamada. O leite tem várias fases e a última é que apresenta o maior teor de gordura. Os dois bebês precisam desse leite “gordo”. E, para que isso aconteça, inverta os lados, ou seja, o filho que mamou no peito direito mama no esquerdo na próxima mamada e vice-versa.

Uma possibilidade na amamentação de gêmeos é que os dois bebês mamem ao mesmo tempo. Mas, para isso, é preciso que a mãe esteja numa poltrona confortável e receba ajuda de alguém para posicionar os bebês.
Manter os horários da amamentação é uma forma eficiente para o sucesso, mas nem sempre isso é possível. Um dos gêmeos pode querer mamar a cada meia hora, enquanto o outro pede o peito a cada duas horas.

No aleitamento de gêmeos os mamilos não ficam mais ou menos sensíveis. A pega incorreta pode causar um desconforto. Se os mamilos estiverem rachados ou sangrando, trate-os com o próprio leite. O leite ajudará a curar as rachaduras e combater bactérias. O banho de sol também irá ajudar, ou até mesmo o uso de uma lâmpada incandescente de 40 a 60 W.

Procurar conversar com outras mães de gêmeos, participar de grupos para troca de informações, buscar ajuda com enfermeiras e profissionais qualificados ajudam a mãe e a família nessa fase de amor e muita dedicação.

#BlogAmamente #Amamente #AmamentaçãodeGêmeos

Atualizado em 30/03/2017

Sem comentário